O quanto custa uma Bolsa

Entenda quantas etapas são necessárias para que uma Bolsa chegue às nossas prateleiras.

Nosso propósito é oferecer ao mundo bolsas e acessórios com design autoral, matéria prima de qualidade e acabamentos especiais,  tudo isso com acompanhamento de perto durante todo o processo produtivo, desde a matéria prima até o produto final, garantindo não só os atributos do produto, como também que todos os envolvidos trabalhem em ótimas condições, contribuindo assim para o desenvolvimento da indústria nacional e consequentemente do indíce de qualidade de vida dentro do nosso país.

Para atingirmos todos esses padrões há muitas pessoas envolvidas, são pessoas com anos de experiência na arte do couro, profissionais muito difíceis de serem encontrados no mercado de trabalho, então vamos ao que interessa, falar um pouco mais sobre todo o processo de uma bolsa Escudero.

 

O processo artesanal

Comecemos pela definição da palavra artesanal adotada pela UNESCO (Symposium “Crafts and the International Market: Trade and Customs Codification” – Manila, 1997): São produtos feitos por artesãos, inteiramente à mão ou usando ferramentas manuais ou mesmo meios mecânicos, desde que a contribuição manual direta do artesão permaneça como o componente mais importante do produto acabado.

Bolsas no geral são produtos artesanais e dependendo da exigência de perfeição, o seu processo de construção pode ser muito mais demorado que o normal, afinal como o ditado popular diz: a pressa é inimiga da perfeição. Produções mais lentas, são produções mais caras. Mãos mais experientes, são mãos mais bem remuneradas, então quando você compra uma bolsa Escudero, você está comprando toda uma cadeia produtiva justa e complexa.

Veja bem: se você ainda tem a ideia de que um artesão é aquele senhorzinho que mora no interior da Bahia numa casa de barro, você está enganado. Os artesões que fazem as nossas bolsas são pessoas com olhar e técnicas apuradas do seu trabalho manual, vivem na cidade e valorizam a tradicional arte do couro.

Por tudo isso o produto artesanal é mais valioso do que um produto industrializado, mas para base de comparação é necessário sempre comparar produtos similares em termos de qualidade e complexidade. Um produto artesanal pode sim ter baixo custo, mas se comparado com um produto similar industrializado, o valor dele sempre será maior.

 

Sobre o nosso longo processo de produção
A principal matéria-prima: O Couro

Apesar do Brasil ser um dos países mais importantes na criação do gado, o couro é uma matéria-prima de base, as chamadas commodities, ou seja, são negociadas em dólar e com compradores ao redor do mundo todo. Assim, precisamos “brigar” com grandes compradores de países com moedas fortes para manter as melhores amostras do couro que aqui dentro é produzido, e isto tem o seu custo.

Nosso couro é desenvolvido junto à curtumes parceiros com altíssimos investimentos em maquinários. As exigências são muitas e as dificuldades em atingí-las também. São necessários anos de experência na arte do curtimento do couro, conhecimento esse geralmente passado de pai para filho.

 

A construção da bolsa

Imagine a dificuldade de fazer com as próprias mãos um produto como o nosso? Então, vamos contar algumas coisas que você não deve saber:

 

Outros componentes, mas não menos importantes, da construção de nossas bolsas são:

– Utilizamos forro 100% algodão, um grande diferencial, visto que atualmente a produção de algodão é escassa devido ao lento processo comparado à materials sintéticos.

– Utilizamos o Zíper da YKK, considerado um dos mais seguros do mundo e utilizado pelas maiores marcas do mercado mundial.

– Depois de todos esses processos, que são aplicáveis à 100% de nossas bolsas, elas passam pelo controle de qualidade, são embaladas e preenchidas com enchimentos no formato de cada bolsa.

– O cuidado no transporte e estocagem de nossas bolsas também é um diferencial da Escudero. Cuidamos de nossas jóias com verdadeiro carinho e, claro, isso exige espaço físico, tempo de execução e controle.

 

Junto à todo o processo produtivo, deve ser somado as altas cargas tributárias, a elevada inflação (refletida exponencialmente no preço final do produto à cada virada de ano) e os juros de parcelamentos que aumentam o valor final do produto nacional.

Nossos produtos são feitos com verdadeira dedicação, mas ainda podemos e queremos fazer muito melhor. E com certeza faremos!

Agradecemos à todos que leram este texto cuidadosamente redigido e revisado por toda a nossa equipe. Esperamos que tenham gostado de saber um pouco mais da parte do processo dos nossos produtos e principalmente que tenha compreendido a complexidade produtiva do universo das bolsas e o custo que isto tem.

O nosso compromisso é oferecer produtos de qualidade. Reforçamos aqui que a durabilidade do seu produto depende da maneira como cuidará dele. Aqui em nosso site na categoria “Universo Escudero”, você encontra informações sobre os cuidados necessários. Cuide da sua bolsa com carinho e terá ela ao seu lado por anos.

 

Um grande beijo, Equipe Escudero & Co.

Compartilhar este post

Deixe uma resposta